sábado, 14 de maio de 2011

Caos no transporte viário

Av. Paralela logo ás 7:10h.
Uma realidade presente e constante em nossas cidades é o tão irritante engarrafamento ou congestionamento, seja lá como queira chamar. Este problema já não se dá mais ao aumento excessivo de carros e, sim uma falta de planejamento do governo, porque o mesmo tem obrigação de acompanhar o crescimento da sua cidade, quando a cidade reúne uma população de um milhão de pessoas, a cidade tem necessidade de possuir um sistema de metrô; quando em uma via da cidade se trafega mais de 5.000 carros, esta mesma tem que possuir vias largas e rápidas e além do sistema publico de transporte, o Ônibus,  que tem a missão de ser de qualidade e eficiência, pois não adianta colocar ônibus se ele não poder "andar” pela sua cidade.

Trabalhadores, estudantes e as demais classes da sociedade ficam impossibilitados de chegar a seu destino no horário certo, tendo que sair de casa duas ou três horas antes, como conta a aluna Erica, que estuda em um colégio próximo a Av. Paralela “Tenho que sair de casa ás 6:00h de casa para poder chegar ao colégio pelo menos ás 08:00h”, conta ainda a estudante” Quando pego o ônibus e estou próximo de descer em meu colégio que olho para trás, todos os passageiros estão a dormir de tão irritante e chato que é”.
Estes congestionamentos estão cada vez mais frequentes nas cidades grandes e além de causar transtorno à população ainda tem o stress que toma conta não só dos usuários de transporte coletivo mais também dos motoristas que ali estão “movimentando-se feito lesmas”.
Não se tem mais horário que se evite congestionamento, seja de 06:00h às 20:00h da noite.