sexta-feira, 6 de maio de 2011

A manifestação cultural da Gaga (The cultural event of Gaga)

Foi lançado mundialmente o clipe mais esperado de todos os tempo da cantora Lady Gaga do single "Judas". Como era esperado o vídeo superou todas as expectativas. O lançamento na quinta-feira (05/05/11), no canal E! a cantora afirmou que "o vídeo não é um manifesto religioso e sim um manifesto cultural. É uma metáfora, não uma aula bíblica”. E ela reforçou sobre o sentido da música: “É sobre honrar sua escuridão para que se possa chegar à luz”. E ainda brincou dizendo sobre a "judas" como uma música que “poderia ser uma música de um padre pop”.Já pensou o single tocando dentro de uma igreja, que amam Judas? 

Desta vez Lady Gaga foi além do esperado e fez o que nunca havia feito, torna-se uma "figura bíblica" a prostituta Maria Madalena que segui na “gangue de Jesus”, já que no vídeo Jesus é um motoqueiro acompanhado de seus apóstolos e de Judas Iscariotes o “traidor”, cenas como o “lava pés” e “o apedrejamento” aparecem no vídeo de forma diferente, por exemplo, Maria Madalena(Lady Gaga) é apedrejada até a morte.
Olhando do ponto de visto pela comunidade religiosa Cristã como um motivo de usar religião para atrair fãs pode dar certo desse jeito, sendo ou não a intenção da cantora, mas olhando para o lado da blasfêmia o exagero é aparente. Porém desrespeito ou não é muito criativo e cheio de simbologias e detalhes ocultos: não se foi proposital mais no clipe quase no final surge uma espécie de onda, parecida com o Tsunami no meio de uma vila e Gaga se coloca como uma estátua. Será que isso não nos lembra alguma coisa?
O que é identificado na musica é certeza de que será uma das maiores da parada de sucessos e estarão no Playlist de Dj's em todo mundo, por ser divertida e perfeita para dançar.