segunda-feira, 6 de junho de 2011

Uso de celular e notebook pode causar danos ao ser humano

Um estudo realizado no Canadá coloca outro aparelho na lista negra da fertilidade do homem: o telefone celular.
No período de pesquisas realizado pelo Departamento de Farmacologia e Toxicologia da Queens University com casais com dificuldades em ter filhos, foi identificada uma influência negativa do portátil na produção de espermatozoides. Apesar do nível de testosterona nos homens que afirmaram utilizar o celular ser alto, o LH (hormônio luteinizante), importante no aparelho reprodutor, exibia níveis baixos.
As primeiras hipóteses são de que as ondas eletromagnéticas do eletrônico afetam a glândula pituitária, responsável pela produção do LH. Desse modo, a testosterona simples, que circula no sangue, fica impossibilitada de tornar-se uma substância mais potente, aquela capaz de intensificar a fertilidade.
Apesar das descrições assustadoras, tudo ainda não passa de hipóteses, já que nenhum padrão científico entre o aparelho celular e o LH foi detectado até o momento.
Outro grande “vilão” que pode afetar a fertilidade masculina é o uso do notebook em cima do colo em que a transmissão de radiação logo próxima ao corpo possa afetar a capacidade de reprodução.
Foi declarado também outra polêmica, só quem a causou desta vez foi a Organização Mundial de Saúde (OMS) que afirmou que o uso de celular pode causar Câncer.
A OMS falou para o mundo todo que o uso de celular pode aumentar as probabilidades de causar câncer cerebral, os cientistas alegam que a transmissão de radiação emitida pelos celulares possa afetar o cérebro. O concelho da OMS é que o uso diário do celular é de 30minutos e que só perde para o uso do cigarro. Porém logo depois deste “alvoroço” todo causado por esta declaração, a OMS quer dizer que são estudos que ainda não foram totalmente desenvolvidos e concretizados que não é para as pessoas mudarem seus hábitos em relação ao uso do celular. Só que esta atitude foi muito injusta, pois pessoas “correram” para seus médicos para mais explicações e que realmente ficaram preocupadas.
Veja só, depois de declarar uma coisa tão séria, que é cegamente utilizada em todo o mundo, pode causar vários tipos de câncer no cérebro e que depois declara que não é preciso se desesperar dizendo que são só estudos e especulações, é bem injusto não é? O que você acha?