sexta-feira, 31 de julho de 2015

Resenha: A revolução dos bichos

Gente, que livro maravilhoso. Sincera e honestamente, tinha ouvido falar dessa livro milhares de vezes porém, ter o prazer de lê-lo é incomparável. 
Editora: Companhia das Letras
Aut@r: George Orwell
Capa: Como sempre os livros da Companhia de letras são de extrema qualidade, sejam as folhas ou a capa e, nesta edição, não é diferente. Com um dos principais personagens da história, o porco, a capa traz a sensação de leveza e ao mesmo tempo curiosidade.
Narrativa: Super dinâmica! O autor fomenta a curiosidade a cada parágrafo, a cada capítulo, instigando sua curiosidade cada vez mais. Sua escrita rápida e objetiva, deixa o livro com um ar mais sério, contrastando com a capa, meio infantil.
Visão: George Orwell traz o conceito da exploração dos ricos para com o proletariado. Para exemplificar melhor o contexto de sua história, o autor trouxe dentro desta perspectiva animal, como aqueles que são explorados detém uma força inimaginável, e que se essas pessoas [animais, no caso da história], tomassem consciência de sua força, a tomada do poder é inevitável. Desta maneira Orwell ,traz uma crítica a tirania e exploração, da melhor maneira possível, que é relatando como os animais São explorados pelos seres humanos, e como esses mesmos animais, revoltados com as exploração do homem, os animais planejam tomar o poder e expulsar seu dono, transformando a granja no local só dos animais. 
"O homem é a única criatura que consome sem produzir. Não dá leite, não põe ovos, é fraco de mais para puxar o arado, não corre o que de para pegar uma lebre". 
Nesta perspectiva, a história consegue envolver o leitor, em determinado momento, que você ainda esta nas primeiras páginas e, que parece que já está no final? e ai, você questiona - isso não deveria ser o final? O que vem depois? E nisto, já curiosidade fica cada vez mais instigada, querendo descobrir mais e mais o que vai acontecer. E quando você pensa que já chegou no limite da história, o autor vem com uma traição somado a um grande mistério, e ai, sua cabeça começa a ficar ainda mais curiosa para o final. Quando você menos espera, o final chega. Pá. Acabou. 
É excepcional a maneira como George escreve, simples e objetivo, entretanto, consegue manter a historia. Não posso falar muito se não vou querer contar o livro. Super recomendo a leitura.